Caldeirão de bruxa

Toda bruxa tem um caldeirão e você já tem o seu?

 

O caldeirão é um símbolo típico e poderoso em várias culturas.

 

Nas tradições indo-europeias, é um instrumento de força mística, magia e transformação. No mito celta existem três tipos de caldeirão:

- o caldeirão da abundância de Dagda – uma eterna fonte de alimentos e conhecimentos;

- caldeirão de sacrifício de morte, no qual o rei dos tempos antigos era atirado enquanto o seu palácio estava sendo queimado e;

- caldeirão do renascimento, no qual os mortos podiam ser ressuscitados.

Na China, um caldeirão de três pernas tinha o poder de conferir a habilidade da adivinhação, o controle do ciclo sazonal e conceder a imortalidade. O herói Yu o Grande, fundador do Império Chinês, fundiu nove caldeirões de bronze e eram cheios de poderes celestiais. Dizia-se que se as pessoas na terra transformassem virtude em vício, os caldeirões iriam desaparecer.

As bruxas têm muito usos práticos para caldeirões. Por exemplo, elas podem usar um caldeirão para cozinhar comidas mágicas e conter beberagens. Adicionalmente, o caldeirão pode ser enchido com fogo, água, flores ou outros itens em épocas específicas do ano para honrar a época da Roda do Ano comemorada por um altar ou festival.
(Almanaque Ilustrado Símbolos – Mark O’Conell – Raje Airey/ O Livro Completo de Wicca e Bruxaria – Matian Singer)

 

Caldeirão disponível na loja https://www.abruxaboa.com.br/caldeirao-de-bruxa

 

Pague com
  • Mercado Pago
  • PagSeguro
Selos

A Bruxa Boa - CNPJ: 23.452.537/0001-98 © Todos os direitos reservados. 2018